Literatura

Guerra & Paz aposta na ficção portuguesa

"Poucas palavras, Grande ficção" é o título da nova coleção da editora Guerra & Paz que aposta em romances curtos, de autores portugueses contemporâneos.
Versão para impressão
“Poucas palavras, Grande ficção” é o título da nova coleção da editora Guerra & Paz que aposta em romances curtos, de autores portugueses contemporâneos. “E onde é que está o amor”, de Ana Zanatti, e “Quando a Chuva Parar”, de Joana Pereira da Silva, marcam o arranque desta nova série que já tem mais dois livros prestes a sair.

Para esta coleção, a editora convidou escritores portugueses, claro, mas não só. Os livros da série são assinados por atores, argumentistas, realizadores, criativos da área da publicidade e outras personalidades para quem  a escrita e a criação são parte integrante do dia-a-dia.

“E onde é que está o amor?”, o novo romance da atriz e escritora Ana Zanatti, visita o encontro de seis mulheres e três homens que, uma tarde, se reúnem para confessar o inconfessável: casamentos falhados, amores que não se cumpriram, ciúme, traição, solidão.

Já o livro da romancista e guionista Joana Pereira da Silva apresenta-se num formato original, construído apenas com recurso ao diálogo. São conversas através de telemóvel entre Maria, que acabou de deixar o marido, no Porto, fugindo para Lisboa, e Teresa, a sua amiga que está no sofá de sua casa a fazer 'zapping'. 

Na apresentação da série “Poucas palavras, grande ficção”, esta quinta-feira em Lisboa, estiveram presentes as duas autoras dos primeiros livros e ainda o publicitário e cronista Pedro Bidarra, que assina o terceiro título da coleção que chega às livrarias em Junho.

O autor escreveu este romance depois de passear “dois meses nos jardins públicos de Lisboa”, como explicou na apresentação. “É um romance sobre rotinas, segredos, jardins…  E tem um final estranhamente feliz”, desvendou Pedro Bidarra.

Depois do Verão, a coleção regressa com mais um romance, desta vez da autoria do ator Diogo Morgado. Mas novas edições deverão surgir “sempre que haja escritores e autores com boas ideias”, disse a responsável de comunicação da editora ao Boas Notícias.

Clique AQUI para visitar o site da editora e AQUI para aceder ao Facebook.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close