Sociedade

Guarda: Vila assegura reparações grátis aos idosos

O município de Figueira de Castelo Rodrigo, vila do distrito da Guarda, vai passar a disponibilizar apoio domiciliário gratuito aos idosos do concelho ao nível das pequenas reparações.
Versão para impressão
O município de Figueira de Castelo Rodrigo, vila do distrito da Guarda, vai passar a disponibilizar apoio domiciliário gratuito aos idosos do concelho ao nível das pequenas reparações por intermédio de um novo programa denominado “Apoio ao Idoso”.
 
O projeto do regulamento municipal do programa em causa foi publicado em Diário da República (DR) esta segunda-feira e será submetido a inquérito público durante o período de 30 dias.
 
O programa, que será gerido e coordenado pelo Serviço de Ação Social, Psicologia e Saúde do município de Figueira de Castelo Rodrigo pretende apoiar “através de pequenas reparações domésticas a executar no seu domicílio, os cidadãos recenseados no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, que se encontrem em situação de fragilidade económica ou social”.
 
No caso das situações de “fragilidade social”, serão tidos em conta factores como idade igual ou superior a 65 anos, deficiência devidamente comprovada ou doença prolongada, estabelece o documento, citado pela Lusa, que se encontra atualmente em fase de consulta pública. 
 
Segundo o mesmo documento, as reparações em causa contemplam eletricidade (substituição de lâmpadas, interruptores, casquilhos, etc.), canalização (substituição ou reparação de torneiras, autoclismos, canos e afins, entre outros), serralharia (substituição de fechaduras e colocação de vidros, entre outros serviços) e outras intervenções diversas de pequena natureza. 
 
Os munícipes poderão solicitar estes serviços através de uma linha SOS de atendimento que vai ser criada pela autarquia e que, de acordo com a proposta de regulamento hoje publicada, estará disponível 24 horas por dia. 
 
O projeto irá funcionar com um trabalhador que vai ter à sua disposição um veículo identificado com a denominação do programa e o número da linha telefónica, as ferramentas e utensílios necessários à realização das tarefas e um telemóvel para uso exclusivo ao abrigo das funções inerentes ao programa de apoio social.
 
Com a aprovação do regulamento, a autarquia pretende estabelecer as normas gerais de funcionamento do programa “Apoio ao Idoso” e as condições de acesso ao mesmo com vista a “otimizar os recursos a disponibilizar” e a assegurar o serviço a “um número significativo de requerentes”. 
 
A proposta está patente na Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, presidida por Paulo Langrouva (PS), para que os interessados possam fazer, por escrito, “as observações tidas por convenientes”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close