Em Destaque Inovação e Tecnologia

Google quer banir notícias falsas

Todos os utilizadores vão ser controlados
Versão para impressão
por redação

Vão ser utilizadas pela Google, as observações dos utilizadores e de avaliadores sobre as pesquisas, para introduzir “melhorias” no seu algoritmo e combater o fenómeno das notícias falsas, anunciou a empresa no seu blogue corporativo.

O vice-presidente de Engenharia da Google, Ben Gomes, escreveu que “num mundo onde dezenas de milhares de páginas são publicadas online a cada minuto e a cada dia, há novas maneiras de as pessoas tentarem burlar o sistema”.

Refere também que “parece que uma pequena parte das pesquisas no nosso tráfego diário (cerca de 0,25%) dá em resultados ofensivos ou claramente enganosos”.

Para remediar esta situação, o motor de buscas do Google vai-se focar em melhorar os métodos de avaliação de conteúdos e atualizar o seu algoritmo que procura conseguir um resultado “bem documentado”.

O Google, já tinha atualizado as suas diretrizes de qualidade para os avaliadores, que já têm exemplos mais detalhados de páginas de baixa qualidade que devem reportar, uma mudança que ajuda a denunciar estes conteúdos.

Recentemente foi disponibilizado pela Google o marcador de verificação de factos (fact check) no Google Notícias e no modo notícias da pesquisa Google, e Portugal está incluído.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close