Cultura

Gare do Oriente elogiada na imprensa internacional

Mesmo que já tenham passado 14 anos sobre a sua inauguração, a Gare do Oriente, em Lisboa, continua a merecer elogios. Desta vez foi o portal internacional de sustentabilidade Inhabitat que destacou a obra arquitetónica de Santiago Calatrava.
Versão para impressão
Mesmo que já tenham passado 14 anos sobre a sua inauguração, a Gare do Oriente, em Lisboa, continua a merecer elogios. Desta vez foi o portal internacional de sustentabilidade Inhabitat que destacou a obra arquitetónica de Santiago Calatrava, considerando-a “linda” e dando especial atenção “à cobertura em forma de folha que parece tão leve como o ar”.
 
Num artigo publicado esta segunda-feira, o agregador afirma que “ao contrário de outras grandes estações, a Gare do Oriente conta com certos elementos de 'design' que impedem que os viajantes se sintam claustrofóbicos”, sendo “o mais notável o belo e enorme esqueleto de metal que cobre as oito linhas de comboio que ali se estendem e as suas plataformas”.
 
De acordo com o portal, “a estrutura parece imitar a parte de trás de uma folha, com veios que se prolongam em todas as direções”. O facto de ser integralmente coberta de vidro é outro dos aspetos elogiados, já que permite que “a luz solar ilumine a estação durante o dia e que, à noite, as luzes interiores lhe proporcionem um brilho etéreo”.
 
As qualidades da Gare do Oriente, que começou a ser construída em 1993 e foi inaugurada a tempo da realização da EXPO '98 na capital portuguesa, alargam-se também à funcionalidade, defende o Inhabitat, já que “a estação de autocarros e de metro, o estacionamento e as lojas se encontram eficazmente localizadas sob as linhas”. 
 
O autor do artigo cita ainda Santiago Calatrava, recordando declarações do arquiteto espanhol em que este salientou o facto de a construção da gare intermodal ter contribuído para ligar partes da cidade que, antes, se encontravam separadas entre si e ter surgido como “um catalisador para a regeneração comunitária naquela área”. 

Clique AQUI para aceder à publicação do Inhabitat sobre a estação ferroviária lisboeta (em inglês).

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close