Ciência

Fundação Gates financia investigação portuguesa

NULL
Versão para impressão

A Fundação Bill Gates & Melinda Gates vai financiar um projeto português liderado pelo investigador João Gonçalves e a sua equipa da Faculdade de Farmácia de Lisboa e do Instituto de Medicina Molecular (IMM) destinado a desenvolver nanopartículas que poderão conduzir a terapêuticas inovadoras no combate ao vírus da SIDA.

O projeto nacional intitulado “Nanotechnology against viral latency: Sensor strategies to eliminate HIV-1 infected cells” foi um 88 projetos escolhidos entre 2.500 que, a nível mundial, concorreram à referida bolsa no valor de 67 mil euros e uma duração prevista de 12 meses.

Segundo comunicado daquele Instituto, o objetivo do projeto desenvolvido por Joãp Gonçalves e pela sua equipa consiste em "desenhar nanopartículas capazes de reconhecer especificamente – e destruir – as células onde o vírus HIV-1 se encontra alojado (integrado no genoma)".

João Gonçalves frisou o seu “entusiasmo e orgulho” no momento em que tomou conhecimento de que tinha obtido o financiamento da Fundação Gates. O investigador sublinha que o financiamento vai permitir desenvolver “uma nova e original abordagem na luta contra a infeção por VIH/SIDA”.

João Gonçalves é o segundo investigador do IMM a receber o financiamento da Fundação Bill Gates & Melinda Gates após Miguel Prudêncio ter sido o escolhido em 2010.

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close