Mundo

França: animais convivem com reclusos

A prisão de Estrasburgo, em França, criou um projeto inovador: o Clube de Afinidade Animal permite que cada recluso seja responsável por um animal de estimação, cuidando da sua alimentação e bem-estar. Coelhos, porquinhos da Índia e pássaros são algu
Versão para impressão
A prisão de Estrasburgo, em França, criou um projeto inovador: o Clube de Afinidade Animal permite que cada recluso seja responsável por um animal de estimação, cuidando da sua alimentação e bem-estar. Coelhos, porquinhos da Índia e pássaros são algumas das espécies que têm ajudados os reclusos a equilibrarem o seu comportamento, responsabilidade e auto-estima.

Em declarações à BBC, a coordenadora da iniciativa refere que o convívio entre os reclusos e os animais tem o intuito de gerar três efeitos: acalma os relacionamentos entre os detidos e os guardas, diminui a tensão em todo o estabelecimento prisional e aumentar o sentido de responsabilidade e auto-estima.

Um dos prisioneiros envolvidos no projeto explica que o seu temperamento outrora colérico melhorou bastante desde que ficou responsável por um dos animais domésticos.

O facto de ter essa responsabilidade ajuda-o a abstrair-se das quatro paredes que o cercam todos os dias e, à BBC Brasil, garante que quando sair em liberdade, levará o bichinho de estimação consigo. Todos os dias, os detidos têm uma hora para desfrutarem da companhia dos animais, brincando com eles e dando-lhes afeto.

Ao ver as pequenas espécies fora das suas gaiolas e refúgios durante esse período, outro dos reclusos vê também o seu sonho de liberdade refletido: “É o seu momento de liberdade, durante uma hora”.





Ainda de acordo com a reportagem da BBC Brasil, os organizadores do Clube de Afinidade Animal esperam levar o projeto até novos estabelecimentos prisionais e também a instituições de outro tipo, como lares de idosos.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close