Cultura

Filmes portugueses integram Festival de Veneza

A primeira longa-metragem de João Nicolau, "A Espada e a Rosa", e uma curta-metragem de Manoel de Oliveira foram os filmes nacionais selecionados para o Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorre no mês de setembro, em Itália.
Versão para impressão
A primeira longa-metragem de João Nicolau, “A Espada e a Rosa”, e uma curta-metragem de Manoel de Oliveira foram os filmes nacionais selecionados para o Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorre no mês de setembro, em Itália.

Co-produzido por Portugal e França, “A Espada e a Rosa” tem argumento de João Nicolau e de Mariana Ricardo e surge depois das premiadas curtas-metragens do realizador “Canção de Amor e Saúde” e “Rapace”.

Já a curta metragem “Painéis de São Vicente de Fora, Visão Poética” é um filme de 16 minutos que Manoel de Oliveira fez em 2009 sobre uma das obras primas da pintura portuguesa do século XVI e que está exposta no Museu Nacional de Arte Antiga.

O filme foi encomendado pela Fundação de Serralves, a propósito das comemorações dos vinte anos da estrutura cultural.

Ambos os filmes serão exibidos como parte integrante da programação da secção “Horizontes”, dedicada a novas visões do cinema internacional e cujo júri é constituído por Shirin Neshat, Raja Amari, Lav Diaz, Alexander Horwath e Pietro Marcello.

A 67ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza realizar-se-á de 1 a 11 de setembro.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close