Saúde

Espanhóis abrem centro de investigação em Paredes

A Universidade de Barcelona vai abrir na sede da Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário (CESPU), em Gandra, Paredes, uma delegação do seu Campus de Excelência de Saúde para desenvolver projetos de investigação e docência.
Versão para impressão
A Universidade de Barcelona vai abrir na sede da Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário (CESPU), em Gandra, Paredes, uma delegação do seu Campus de Excelência de Saúde para desenvolver projetos de investigação e docência.
 
Em declarações à Lusa, Almeida-Dias, presidente da CESPU, disse considerar que a escolha feita por Barcelona se deve ao facto de a instituição universitária privada portuguesa ter “uma larga experiência, de 30 anos, no ensino de profissões de saúde”.
 
O acordo entre as partes prevê o desenvolvimento de projetos educativos e de investigação em países que falam as línguas portuguesa e espanhola. Além disso, no âmbito de um convénio assinado recentemente, a sede da CESPU, em Paredes, vai receber já em Março as primeiras jornadas científicas desta extensão Campus de Excelência de Saúde.
 
Durante o evento, resultado de uma colaboração entre as duas instituições, os investigadores de Barcelona e de Paredes vão dar a conhecer os seus trabalhos mais recentes.
 
De realçar que a relação da CESPU com a universidade catalã se tem acentuado nos últimos anos, nomeadamente através do Instituto de Investigação e Formação Avançada em Ciências e Tecnologias de Saúde (IINFACTS), criado pelo primeiro convénio assinado entre as duas instituições.
 
O instituto em causa tem sede em Penafiel e um pólo em Barcelona, agregando um conjunto de instituições internacionais relacionadas com a investigação  no âmbito das ciências biomédicas. 
 
A CESPU tutela o Instituto Superior de Ciências da Saúde – Norte, com sede em Paredes, e o Instituto Politécnico de Saúde do Norte, que tem uma escola em Paredes (Instituto Politécnico de Saúde do Norte), e outra em Famalicão (Escola Superior de Saúde do Vale do Ave).
 
No conjunto dos vários estabelecimentos são ministrados cerca de 50 cursos superiores na área da saúde, frequentados por 3.700 alunos.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close