Ambiente

Envelopes reutilizáveis fazem sucesso nos EUA

Para diminuir os milhares de toneladas de papel que as empresas norte-americanas gastam no envio de envelopes de resposta, uma ex-agricultora biológica dos EUA desenvolveu uma solução simples mas eficaz: um envelope que pode ser reutilizado.
Versão para impressão
Para diminuir os milhares de toneladas de papel que, todos os anos, as empresas norte-americanas gastam no envio, aos seus clientes, de envelopes de resposta, uma antiga agricultora biológica de Minnesota (EUA) desenvolveu uma solução simples mas eficaz: um envelope que pode ser reutilizado.

Ann DeLaVergne, uma antiga agricultora de produtos biológicos, sempre se preocupou com o ambiente, nomeadamente com o desperdício de papel causado pelos milhares de envelopes de resposta que as empresas enviam para casa das pessoas.

De acordo com informação avançada no site da ecoEnvelopes, mais de 80 mil milhões de envelopes de resposta – por exemplo de contas ou subscrições – chegam a casa dos cidadãos norte-americanos, todos os anos.

Durante muito tempo, Ann reciclou os envelopes de resposta que recebia em casa, tapando a parte que não lhe interessava, para depois os reutilizar na sua correspondência pessoal. Ao fim de alguns anos a reciclar, de forma caseira, envelopes, Ann teve, em 2002,  a ideia de desenvolver um envelope que fosse um dois em um: além de enviar a informação original, o próprio envelope poderia ser reutilizado pelo recetor.

A ideia de Ann DeLaVergne foi tão bem recebida que, pouco tempo depois, foi aprovada pela USPS, a empresa estatal de correios norte-americana. Neste momento, a ecoEnvelope oferece duas soluções: envelopes com janela de remetente e envelopes sem janela. O sucesso desta solução tem sido exponencial, com cada vez mais empresas a aderir ao ecoEnvelope.

Numa entrevista ao programa televisivo ForeCast Earth, Ann admite que nunca pensou nas proporções que esta invenção podia tomar: “Nunca pensei que  minha vida fosse mudar desta maneira… Queria fazer algo significativo tanto para mim como para o ambiente, e as duas coisas acabaram por se complementar”.

Além de reduzir a desflorestação e poupar o ambiente – os envelopes da empresa operam com os equipamentos e impressoras já existentes e são produzidos com papel de origem de florestas certificadas e 100% reciclável -, as empresas que aderem ao ecoEnvelope poupam também dinheiro, uma vez que esta solução reduz entre 15 a 45% as despesas com papel, impressão e mão de obra na inserção de envelopes.

A última empresa a aderir aos ecoEnvelopes foi a Sprint, uma empresa de telecomunicações com 56 milhões de clientes. Apesar de oferecer um serviço de faturas e subscrições por correio eletrónico, a empresa explica que nove milhões dos seus clientes continuam a preferir o correio tradicional, todos eles com envelope de resposta que, apesar de serem recicláveis, acabam quase sempre no lixo.

Por isso, a Sprint escolheu, em 2011, esta alternativa mais ecológica com a qual espera conseguir uma redução de 447 toneladas de papel por ano, o equivalente a 11.565 árvores, e uma poupança nas despesas na ordem do meio milhão de dólares anuais.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close