Inovação e Tecnologia

Entidades portuguesas projectam Eco-Avião

O projecto AEROCORK prevê o desenvolvimento e integração de materiais compósitos de cortiça na construção de aviões civis ultraleves.

Versão para impressão
O projecto AEROCORK prevê o desenvolvimento e integração de materiais compósitos de cortiça na construção de aviões civis ultraleves.

Se o resultado final for o esperado, este projecto vai permitir a construção de um transporte aéreo significativamente mais ecológico. Ao mesmo tempo, pode ser garantida uma maior rentabilidade para os produtores de cortiça em Portugal.

A Dyn’Aero Ibérica faz parte do consórcio formado para a gestão do projecto e fabrica integralmente um dos ultraleves com melhor performance a nível mundial. A Corticeira Amorim, o Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros da Universidade do Minho (PIEP) e a ActiveSpace Technologies são as restantes entidades envolvidas nas várias fases do projecto AEROCORK.    

Os primeiros ensaios de vôo estão previstos para o segundo semestre de 2010, conforme avança o PIEP num comunicado publicado na sua página online.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close