Ciência

Descobertos primeiros fósseis de vida pluricelular

Uma equipa de cientistas afirmou ter descoberto, no Gabão, diversos fósseis da primeira forma de vida pluricelular. Estima-se que os fósseis encontrados tenham 2,1 mil milhões de anos, contrariando a ideia que a vida pluricelular tenha surgido há 600
Versão para impressão
Uma equipa de cientistas afirmou ter descoberto, no Gabão, diversos fósseis da primeira forma de vida pluricelular. Estima-se que os fósseis encontrados tenham 2,1 mil milhões de anos, contrariando a ideia que a vida pluricelular tenha surgido há 600 milhões de anos, como se pensava até hoje.

A descoberta foi feita no Sudeste do Gabão, num local perto de Franceville, e foi o assunto de capa da revista Nature da passada quinta-feira, dia 1 de julho, ao fazer recuar em 1,5 mil milhões de anos o aparecimento da vida complexa na Terra

Os cientistas afirmam que as análises realizadas às estruturas dos fósseis, a partir de uma técnica designada por microtomografia de raios X, indicam que se trata mesmo de vida pluricelular.

A transição de organismos unicelulares para multicelulares foi um passo crucial na evolução da vida na Terra, ao possibilitar o aparecimento de todos os organismos complexos, incluindo plantas e animais.

Desconhece-se ainda se os fósseis encontrados na África tinham células que cresceram de maneira coordenada ou se são apenas conjuntos de várias bactérias unicelulares.

[Notícia sugerida pela utilizadora Sara Saraiva]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close