Em Destaque Saúde

Dentistas portugueses ensinam técnica inovadora em Moçambique

Um grupo de dentistas portugueses e o especialista holandês Jo E. Frenchen vão deslocar-se a Moçambique, de 10 a 23 de julho, com o objetivo de transmitir uma técnica inovadora de medicina dentária – ART/CAST - aos alunos e docentes das cidades da Beira e de Nampula.
Versão para impressão
por redação

A Health4Moz em parceria com a Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP), vai realizar uma missão em Moçambique com vista a divulgar uma técnica inovadora que permite o tratamento de cáries de uma forma não invasiva, utilizando menos instrumentos e material, não sendo necessária anestesia ou que a intervenção seja feita no consultório de um dentista, denominada Atraumatic Restorative Treatment / Caries Assessment Spectrum and Treatment (ART/CAST).

A missão que será integrada por um grupo de médicos portugueses e o especialista holandês, Professor Jo E. Frenchen, responsável pelo desenvolvimento desta técnica, tem como objetivo transmitir esta e outras práticas de medicina dentária aos alunos e docentes das cidades da Beira e de Nampula, visando a implementação futura de um plano de vigilância de saúde oral em crianças moçambicanas.

Durante a missão, os médicos portugueses, irão ensinar esta técnica inovadora e desenvolvida para a realidade daquele país, a alunos e médicos dentistas de Moçambique, bem como realizar a aplicação deste tratamento a cerca de 500 crianças em idade escolar, observadas no âmbito do projeto “Mozambique: more than a smile” e a todos os que dele necessitem.

Carla Rêgo, presidente da Health4Moz, explica que “a missão irá impactar um total de 70 alunos finalistas de medicina dentária e médicos dentistas pertencentes às cidades da Beira e Nampula, prevendo avaliar e tratar cerca de 600 crianças com idades compreendidas entre os seis e os dez anos”.

O projeto de saúde oral da Health4Moz contou com uma Missão em 2014. A análise das necessidades de formação e de assistência constatadas nessa Missão permitiu a elaboração de um Projecto que recebeu a bolsa anual da Federação Internacional de Medicina Dentária (FDI). O apoio do Instituto Camões – Instituto da Cooperação e da Língua Portugal, permitirá à Health4MOZ alargar o seu projeto, em dois anos, a todo o território de Moçambique, visando a implementação de um Programa de Promoção e Vigilância da Saúde Oral Escolar, com ponto de partida nas Faculdades de Medicina Dentária.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close