Saúde

Dadores de sangue passam a ter direito a seguro

Os dadores de sangue vão passar a ter direito a um seguro. A atribuição deste direito foi estabelecida pelo Estatuto do Dador de Sangue, publicado esta segunda-feira em Diário da República e está a ser saudada pelas associações os que representam.
Versão para impressão
Os dadores de sangue vão passar a ter direito a um seguro. A atribuição deste direito foi estabelecida pelo Estatuto do Dador de Sangue, publicado esta segunda-feira em Diário da República e está a ser saudada pelas associações os que representam.
 
A legislação estipula que o seguro do dador é um dos direitos consagrados aos cidadãos neste estatuto, que inclui ainda, entre outros, a isenção das taxas moderadoras no acesso às prestações do Serviço Nacional de Saúde (SNS), nos termos da lei em vigor, e a possibilidade de estes se ausentarem das suas atividades profissionais para a realização de dádivas.
 
No que toca aos deveres, o estatuto salienta a necessidade de o dador “observar as novas técnicas e científicas previamente estabelecidas, tendo em vista a defesa da sua saúde e a do doente recetor”.
 
A publicação deste estatuto foi acolhida com satisfação pelo presidente da Federação das Associações de Dadores de Sangue em Portugal, Joaquim Moreira Alves, que, citado pela agência Lusa, afirmou que o mesmo vem seguir as orientações europeias neste sentido.
 
O dirigente e dador, que já doou sangue 161 vezes, revelou-se, no entanto, preocupado com a descida de dádivas nos últimos anos, que levou ao retrocesso da autossuficiência, alcançada em 2010.
 
Entre os motivos que terão levado à redução estará a perda da isenção do pagamento das taxas moderadoras nos hospitais, situação que terá sido agravada com “a falta de uma devida informação aos dadores”, apontou o responsável.
 
“O dador deve dar sangue para salvar os doentes e não por contrapartidas, mas as pessoas não foram bem informadas”, concluiu Moreira Alves.
A lei do Estatuto dos Dadores de Sangue, que foi promulgada pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no passado dia 10, entra em vigor esta terça-feira.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close