Negócios e Empreendorismo

Covilhã vai criar Centro Interpretativo da Cereja

A junta de freguesia do Ferro, na Covilhã, está a preparar-se para criar um Centro Interpretativo da Cereja, que englobará um espaço de exposição, bem como campos de investigação sobre o fruto, revelou, esta semana, um dos dinamizadores do projeto.
Versão para impressão
A junta de freguesia do Ferro, na Covilhã, está a preparar-se para criar um Centro Interpretativo da Cereja, que englobará um espaço de exposição, bem como campos de investigação sobre o fruto, revelou, esta semana, um dos dinamizadores do projeto.
 
Em declarações à Lusa, Paulo Tourais, que é também chefe de gabinete do presidente da Câmara da Covilhã (o que o levou a abandonar o cargo como presidente da junta), afirmou que o investimento de 198 mil euros vai ser financiado a 60% pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER) e o concurso público para a execução vai ser lançado em breve.
 
De acordo com o responsável, o Ferro é uma das freguesias com tradição na produção de cereja na Cova da Beira e a ideia já não é nova. “Sempre tivemos esta intenção para um espaço que nos foi doado para fins culturais”, explicou.
 
Segundo Paulo Tourais, o novo centro “vai ser um espaço expositivo sobre todo o processo de cultivo e produção de cereja e que também terá caráter itinerante”. Para além do edifício, serão também agregados terrenos pertencentes à junta e que vão ser transformados em campos de investigação para “criação de novas qualidades de cerejeira, adaptadas à região”. 
 
Atualmente, adiantou Tourais, “grande quantidade de novas variedades e espécies derivam de investigação feita no Canadá”. O objetivo do centro português é “inverter” o cenário, “dando espaço aos investigadores na área, para que tenham um local com campos experimentais e condições necessárias para desenvolver variedades adaptadas a Portugal”.
 
No horizonte está o estabelecimento de protocolos com diferentes instituições, entre as quais universidades e autarquias, bem como empresários do setor para desenvolver a área de investigação.
 
O projeto da freguesia do Ferro conta com a colaboração da Câmara da Covilhã, que “já manifestou todo o apoio necessário para a realização da obra”, cujo processo está pronto “para a abertura de concurso público e execução”, concluiu Paulo Tourais.
 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close