i9magazine

Construção de Redes de Valor

Versão para impressão

Com uma adesão de mais de 6300 CIOs, CTOs e lideres de IT em toda a Europa e América do Sul, a rede nasce em 2006 na Bélgica, e do centro da Europa, começou a expandir-se para a Alemanha, Holanda, França, Reino Unido, Itália, Espanha, e Portugal em 2013. Desde 2013 até 2016 expandiu-se para a América do Sul, nomeadamente, Brasil, Venezuela, Equador e Colômbia.

A comunidade têm vindo a crescer fruto do envolvimento dos membros em diferentes iniciativas profissionais e do trabalho de cada país para aumentar o nível de conhecimento da função de tecnologias e inovação, reduzir o hiato social nas competências digitais, alavancar o desenvolvimento de empresas de TIs portuguesas em mercados externos e integrar parceiros no tecido empresarial de forma a oferecer melhores soluções baseadas em tecnologia. Parte desse trabalho é realizado pelo conselho consultivo que tem sido um elemento essencial para a progressão da rede, troca de experiencias, partilha de conteúdos e crescimento da função de decisor em inovação e tecnologias de informação. Atualmente o conselho consultivo conta com 25 membros e está distribuído por vários sectores em todo o país.

Ao longo dos últimos anos, todas as dimensões da gestão de TI têm sido alvo de revolução – desde governance de TIs à gestão de informação, segurança e transformação digital. As tecnologias disruptivas continuam a crescer, capacitando os utilizadores mais do que nunca a influenciar as estratégias de informação das grandes empresas. Neste panorama de transformação constante é fácil tornar-se obsoleto, e é esse o desafio da CIONET – manter a comunidade de executivos de IT na vanguarda da inovação, informação e conhecimento.

A CIONET não é somente um veículo de inovação, é também uma organização que procura, inovar, sobretudo ao nível do modelo de negócio que preconiza – um modelo de ecossistema que congrega e interliga diversos interlocutores que giram em torno do decisor principal de inovação e tecnologia (e hoje em dia cada vez mais o líder digital). Assim, a CIONET congrega um ecossistema composto por 5 tipos de parceiros: 1) Parceiros Institucionais: FCT, IAPMEI, AICEP, Ministério da Economia, Comissão Europeia, Fundação Gulbenkian; 2) Parceiros de Media; 3) Parceiros Académicos: Porto Business School, Católica Lisbon, Nova School of Business and Economics, MIT Sloan (Massachussets Institute of Technology), e ISEG; 4) Parceiros de Negócio: Huawei, NOS, OutSystems, CISCO, HPE, Vodafone. Neste ecossistema conseguiu-se lançar em 2014 o primeiro evento agregador para a empregabilidade digital em que centenas de participantes da sociedade civil colaboraram para um documento que serviu de apoio à Coligação Nacional para a Empregabilidade Digital.

Esse projeto também serviu de base para uma iniciativa inovadora de aproximação de CIOs a startups que visa o mentoring de jovens empreendedores – Global Startup Awards. Talvez por esta razão a CIONET tem vindo a convidar para a sua rede CEOs e CFO, quando são estes, nas suas Organização os que tomam as decisões sobre tecnologias.

O papel da CIONET é sobretudo, manter os executivos à velocidade necessária para se tornarem ágeis e atuais – ou seja verdadeiros líderes digitais. Esta é uma necessidade da sociedade atual, e justifica o rápido crescimento e expensão da rede, que agora se prevê alastrar para economias emergentes como a Índia e China bem como para potências tecnológicas como o Japão e Israel.

O conteúdo Construção de Redes de Valor aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close