Ambiente

Cogumelo fluorescente reaparece após 170 anos

NULL
Versão para impressão

Estava desaparecido há 170 anos e já tinha sido dado como extinto mas um grupo de investigadores brasileiros reencontrarou, no Piauí (Brasil), o raro cogumelo que emite luz própria. A pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) e das universidades americanas de São Francisco e de Hilo, no Havai, será publicada na revista científica Mycologia.

O Neonothopanus gardneri é o maior fungo bioluminescente do Brasil e um dos maiores do mundo. “Já tinha encontrado alguns cogumelos que emitem luz no Brasil, mas menores, alguns do tamanho de um fio de cabelo”, explicou à BBC o professor Cassius Vinicius Stevani, do Instituto de Química da USP.
 
O cogumelo foi descoberto em 1840 pelo botânico britânico George Gardner quando viu miúdos a brincar com o que pensou serem pirilampos nas ruas de uma vila onde hoje fica a cidade de Natividade, em Tocantins.
 
Chamado pelos locais de “flor de coco”, o fungo bioluminescente foi classificado nessa época mas não voltou a ser visto desde então.
 
No entanto, em 2001, o líder da pesquisa da USP recebeu notícias animadoras. “Fiquei a saber que existiam ainda fungos assim por volta de 2001. Nos anos seguintes, chegaram-me relatos das cidades de Tocantins e de Goiás de um cogumelo grande, amarelo, que emitia uma luz”, explicou Stevani.
 
Existem 71 espécies de fungos que emitem luz, 12 das quais estão presentes no Brasil como o grande Neonothopanus gardneri. A ciência ainda não desvendou o processo químico que permite que o fungo produza luz, nem a razão disso.
 
Segundo a BBC, uma das teses prováveis é a de que a luz é emitida para atrair insectos nocturnos, ajudando os fungos a dispersar os seus esporos para a reprodução. Outra diz que a luz atrai insectos predadores que atacam insectos menores que se alimentam do fungo. 

Clique AQUI para aceder à página do investigador Cassius Vinicius Stevani.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close