Cultura

Cinema: Filme português premiado em Espanha

O filme "Cavalo Dinheiro", do realizador português Pedro Costa, conquistou o prémio de "Melhor Longa-Metragem" durante a 6.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Múrcia (IBAFF), em Espanha.
Versão para impressão
O filme “Cavalo Dinheiro”, do realizador português Pedro Costa, conquistou o prémio de “Melhor Longa-Metragem” durante a 6.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Múrcia (IBAFF), em Espanha.
 
O galardão, no valor de 4.500 euros, atribuído ao filme português por um júri internacional composto por figuras como o cineasta Andrés Duque ou a crítica francesa Sylvie Pierre, é considerado o mais importante daquele festival.
“Cavalo Dinheiro é uma história plena de política e poesia na qual Costa relembra alguns dos fantasmas da história do seu país – incluindo a Revolução dos Cravos – e em que recupera Ventura, protagonista de vários filmes seus”, explica o site oficial do IBAFF.
 
Em “Cavalo Dinheiro”, o cabo-verdiano interpreta um homem envelhecido e doente que, entre momentos de delírio e razão, recorda 'flashes' da sua vida, desde as violentas manifestações pós-25 de Abril ao trabalho como operário e ao desaparecimento da mulher. 
 
Num vídeo publicado pela organização do festival, Pedro Costa esclarece que o filme “faz parte de um trabalho” que tem vindo a fazer, “desde há muitos anos”, junto da comunidade carbo-verdiana em Lisboa.
 
“Desde há muito tempo que tenho vindo a filmá-los, já fizemos cinco 'longas', mais algumas 'curtas', eu tenho acompanhado a vida deles e eles têm acompanhado a minha pelos filmes, pelo trabalho”, conta o realizador português de 56 anos, que ministrou um seminário no âmbito do festival.
 
Pedro Costa fez a estreia internacional de “Cavalo Dinheiro” no Verão passado no Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, onde conquistou o prémio de melhor realizador e foi distinguido pela Federação Internacional de Cineclubes.
 
Entre os mais recentes trabalhos do cineasta português estão uma participação no filme coletivo “Centro Histórico” (2012), composto por curtas-metragens feitas também por Manoel de Oliveira, Victor Erice e Aki Kaurismaki, e a produção da curta-metragem “O nosso homem” (2010) e do documentário “Ne change rien” (2009).
 
De realçar que a língua portuguesa esteve em grande destaque nesta edição do IBAFF, com duas películas brasileiras a conquistarem os prémios de primeira obra e curta-metragem: são elas “Nova Dubai”, de Gustavo Vinagre, e “O Arquipélago”, uma coprodução brasileira e chilena dirigida por Gustavo Beck. 

Veja abaixo o trailer de “Cavalo Dinheiro”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close