Mundo

China: política do filho único poderá ser revista

A política do filho único na China está em discussão no país com previsões de nos próximos cinco anos ser permitido aos casais nas áreas urbanas ter dois filhos, mais um do que o permitido.
Versão para impressão
A política do filho único na China está em discussão no país com previsões de nos próximos cinco anos ser permitido aos casais nas áreas urbanas ter dois filhos, mais um do que o permitido.

Segundo o Financial Times, revisão da medida foi dada a conhecer por conselheiros do governo à imprensa.

“Os peritos têm estado a estudar as propostas. Autorizar um segundo filho por casal não provocará um rápido crescimento da população”, disse Wang Yuping, vice-director da Comissão dos Assuntos relacionados com a população da Conferência Política Consultiva do Povo Chinês

A política do filho único está em vigor há 30 anos como forma de controlar a natalidade. Não é aplicável a todos, já que difere de etnias ou se vive em áreas rurais.  A sua eventual revisão é uma resposta ao acelerado envelhecimento da sociedade chinesa.

A população da China atingiu os 1.341 milhões no final de 2010, mais seis milhões do que um ano antes.

Pelas contas do governo, “a política de um casal, um filho evitou cerca de 400 milhões de nascimentos”. Em vez de 1.341 milhões, a China teria hoje mais de 1.700 milhões.

Os casais em que, marido e mulher, são ambos filhos únicos já podem ter dois filhos, mas se a política for mesmo revista essa possibilidade será generalizada.

[Notícia sugerida pela utilizadora Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close