Mundo

CEO reduz salário em 90% para aumentar trabalhadores

O diretor executivo de uma empresa norte-americana decidiu cortar o seu salário anual de cerca de um milhão de dólares (aproximadamente 940 mil euros) em 90% para aumentar os trabalhadores.
Versão para impressão
O diretor executivo de uma empresa norte-americana decidiu cortar o seu salário anual de cerca de um milhão de dólares (aproximadamente 940 mil euros) em 90% para aumentar os trabalhadores.
 
Graças à medida implementada por Dan Price, CEO da companhia de processamento de pagamentos com cartão de crédito “Gravity Payments”, com sede em Seattle, todos os funcionários vão passar a ganhar, no mínimo, 70 mil dólares (cerca de 65 mil euros) por ano nos próximos três anos – o mesmo valor que o líder da empresa passará a amealhar.
 
O anúncio foi feito pela “Gravity Payments”, que emprega mais de 100 pessoas, na segunda-feira. De acordo com a Associated Press (AP), a notícia foi recebida com enorme satisfação pelos funcionários que, em muitos casos, admitiram que o aumento do rendimento lhes vai permitir, por fim, construir uma família ou comprar uma casa.
 
Aquando do anúncio da medida, Dan Price esclareceu que, para a tornar possível, vai não apenas reduzir o seu salário milionário como “mexer” nos lucros estimados da empresa para este ano, que devem exceder os 2,2 milhões de dólares (cerca de 1,8 milhões de euros).
 
“Acho que isto é o que todos merecem”, disse o CEO aos trabalhadores, assumindo que o aumento substancial dos salários poderá ser um desafio já que está fora de questão subir os preços para os clientes. “Cabe-nos a nós encontrar uma forma de o fazer resultar”, sublinhou o responsável.
 
A “Gravity Payments” foi fundada por Dan Price a partir do seu dormitório na universidade quando o norte-americano tinha apenas 19 anos. Desde o arranque da companhia, o diretor executivo tem chamado a atenção pela sua liderança inovadora.
 
Entre uma das políticas da empresa está, por exemplo, a possibilidade dada aos trabalhadores de fazerem férias pagas ilimitadas após o primeiro ano de serviço. 

Notícia sugerida por Vítor Fernandes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close