Gastronomia

Celebração: Tripas à moda do Porto fazem 600 anos

As tripas à moda do Porto, um dos mais icónicos pratos da gastronomia portuguesa, celebram, este ano, o seu 600.º aniversário. Para assinalar a ocasião vai ser servido um almoço aberto a toda a cidade que reverterá para fins solidários.
Versão para impressão
As tripas à moda do Porto, um dos mais icónicos pratos da gastronomia portuguesa, celebram, este ano, o seu 600.º aniversário. Para assinalar a ocasião, a Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) vai servir um almoço de degustação aberto a toda a cidade e cujas receitas revertem para fins solidários.
 
O almoço, que decorre no próximo dia 14 de Maio, quinta-feira, pelas 12.30h, na Praça Gomes Teixeira (aos Leões), vai ser o ponto alto das comemorações dos 600 anos das Tripas, marcando a data em que, de acordo com a lenda, os portuenses cederam todas as suas carnes nobres à armada que partiu da Invicta à conquista de Ceuta, ficando apenas com as tripas, explica a Universidade do Porto no seu portal de notícias. 
 
No âmbito da iniciativa, toda a população poderá provar as tripas, tendo somente, para isso, de fazer uma pequena contribuição monetária que será entregue a uma instituição de solidariedade do Porto. 
 
O almoço vai contar com o apoio da “Confraria Gastronómica das Tripas à Moda do Porto”, que leva à baixa da cidade seis restaurantes típicos do Porto, especialistas na arte de cozinhar esta célebre iguaria portuense:  Restaurante Azeite e Alho; Restaurante Caetano, o Cufra, o Líder, o Gaveto e Porto Palácio Hotel.
 
As Tripas vão estar, igualmente, no prato de toda a comunidade da Universidade do Porto, integrando, nesse dia, a ementa de todas as cantinas. Também nas escolas de primeiro ciclo da cidade do Porto vão ser servidos cerca de 6.000 pratos de tripas por ocasião da comemoração.
 
As comemorações do 600.º aniversário das Tripas começam logo às 11:00h da manhã de dia 14, no Salão Nobre da Universidade do Porto, com uma contextualização histórica de Joel Cleto e com uma palestra sobre o valor deste prato na alimentação portuguesa por parte do professor da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da U.Porto, Vítor Hugo Teixeira.
 
Recorde-se que foi em 1415 que os portuenses ganharam o epíteto de ?tripeiros? por terem cedido todas as carnes da cidade, com exceção das tripas, à armada do Infante D. Henrique que partiu nesse ano do Porto à conquista de Ceuta. 
 
Clique AQUI para consultar o programa completo das celebrações. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close