Saúde

Brócolos ajudam a recuperar de doenças pulmonares

É mais uma razão para comer vegetais. Para além de ajudar a prevenir o cancro, os brócolos ajudam a eliminar as bactérias responsáveis pelas doenças pulmonares, o que ajuda a prevenir e a reduzir as infeções nestes pacientes, conforme revela um novo
Versão para impressão
É mais uma razão para comer vegetais. Para além de ajudar a prevenir o cancro, os brócolos ajudam a eliminar as bactérias responsáveis pelas doenças pulmonares, o que ajuda a prevenir e a reduzir as infeções nestes pacientes, conforme revela um novo estudo publicado por investigadores norte-americanos.

De acordo com o artigo publicado na revista “Science Translational Medicine”, quando os pulmões são saudáveis, conseguem “expelir” os resíduos ou bactérias que chegam ao sistema respiratório juntamente com o oxigénio.

No entanto, este sistema de “auto limpeza” é disfuncional nos fumadores e pessoas com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), uma grave patologia respiratória que se manifesta, sobretudo, através da bronquite crónica e do enfisema pulmonar.

Os investigadores descobriram que o sulforafano, uma substância presente nos brócolos e em outros vegetais crucíferos, como a couve-flor ou a couve-de-bruxelas, tem capacidade para eliminar essas bactérias responsáveis pelas doenças pulmonares.

A equipa liderada pelo médico da Universidade John Hopkins, Shyam Biswal, analisou os macrófagos (células do sistema imunitário) pulmonares de pacientes com DPOC, assim como os de ratos expostos ao fumo de tabaco.

Verificou que o tratamento com sulforafano estimula a ativação de uma via de sinalização celular denominada Nrf2, tanto em células humanas dos pulmões com DPOC, como nas dos pulmões dos ratos expostos ao fumo, pelo que se recupera a capacidade dos macrófagos pulmonares para eliminarem as bactérias dos pulmões, dando-se uma melhoria dos doentes.

De acordo com o portal Ciência Hoje, outro coautor da investigação, Robert Wise, acredita que “o estudo poderá ajudar a explicar a relação entre a alimentação e a doença pulmonar e aumenta o potencial de novos tratamentos para esta doença frequentemente devastadora”.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close