Negócios e Empreendorismo

Brasil facilita exportações de fruta portuguesa

Portugal e Brasil assinaram um memorando de entendimento que visa agilizar as exportações de fruta para aquele país sul-americano. O acordo promete aumentar os níveis de comercialização da matéria-prima alimentar nacional.
Versão para impressão
Um memorando de entendimento assinado esta quarta-feira entre Portugal e Brasil promete aumentar os níveis de comercialização de fruta naquele país sul-americano. O acordo estabelecido entre os dois governos visa agilizar o processo de exportação de uma das matérias-primas alimentares nacionais mais vendidas no Brasil.

Este poderá ser um passo importante para a economia portuguesa, tendo em conta que a venda de fruta para o exterior já atingiu os 40 milhões de euros, valor que supera os 29 milhões de euros na comercialização internacional de vinho.

Assunção Cristas, ministra da Agricultura, salientou em declarações à agência Lusa que este acordo vem “abrir portas para que os produtores portugueses de fruta possam facilmente chegar ao mercado e aos consumidores brasileiros”.

A representante portuguesa, que esteve nos últimos três dias no Brasil para celebrar o memorando, admite estar “confiante” num aumento das vendas nacionais para aquele país, que tem vários acordos com Governo e que importa cerca de 150 milhões de euros em azeite português.

Comissão ténica vem a Portugal

Depois da assinatura do documento, dentro de 90 dias será esperada a presença em Portugal de uma comissão técnica brasileira “para apurar e agilizar todos estes procedimentos”, tal como aconteceu no passado em relação ao vinho e ao azeite.

 
“Neste momento Portugal vende mais fruta para o Brasil do que o Brasil para Portugal e o interesse dos nossos produtores está a crescer, pelo que é muito importante para eles ter mecanismos mais fáceis para chegar ao mercado brasileiro”, explicou Assunção Cristas.

Investimento brasileiro em território nacional

A ministra afirma que, com este memorando de entendimento, existem oportunidades de investimento brasileiro no território nacional, sendo de realçar a possibilidade de o Brasil “criar valor para os seus produtos em Portugal, fazendo a sua transformação no âmbito da agroindústria em Portugal”.


Com este acordo, o país sul-americano passaria a ter “diretamente acesso ao mercado de cerca de 500 milhões de habitantes da União Europeia, ultrapassando todas as barreiras que normalmente os produtos brasileiros têm”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close