Fitness & Bem-estar

Braga: Latas são esculturas que combatem a fome

Foram milhares de latas de atum, salsicha, feijão, sardinhas que estão em destaque em mais uma edição do concurso 'É Preciso ter Lata' (EPTL), que decorre em Braga até ao próximo dia 1 de Abril.
Versão para impressão
Foram milhares de latas de atum, salsicha, feijão, sardinhas que estão em destaque em mais uma edição do concurso 'É Preciso ter Lata' (EPTL), que decorre em Braga até ao próximo dia 1 de Abril. Estas latas transformam-se em esculturas e serão mais tarde distribuídas por instituições de solidariedade social.

Na exposição, que arrancou este sábado e tem a duração de uma semana, podem ver-se as obras de arte criadas pelos alunos de escolas de todo o país. Estes trabalhos são depois apreciados pelo júri e distinguidas em diversas categorias, durante a cerimónia de entrega de prémios.

Os galardões englobam presentes como dinheiro em equipamento tecnológico, livros, produtos ou serviços, e que são distríbuidos aos vencedores de cada uma das sete categorias: Escultura com mais latas; Favorito do júri; Melhor Estrutura; Melhor uso de rótulos; Melhor Refeição; Menção Honrosa; Favorita do Público, como se pode ler no site da organização.

Este ano, o prémio de Melhor Estrutura foi para o Agrupamento de Escolas Alberto Sampaio; o de Escultura com mais Latas para o Agrupamento de Escolas Sá de Miranda; e o de Melhor Uso de Rótulos foi para o Agrupamento de Escolas Carlos Amarante.

Já nas categorias de Favorita do Júri, Melhor Refeição e Menção Honrosa, os destaques foram para os Agrupamentos de Escolas D.Maria II e da Caranguejeira, bem como para a Escola Básica e Secundária de Velas, respetivamente.

Público vota na sua escultura favorita

O prémio para a escultura Favorita do Público ainda não foi atribuído, estando a votação atualmente a decorrer na página oficial de Facebook do evento.

No final da exposição, as esculturas são desmanteladas e as latas (cheias) são doadas às instituições de solidariedade social e a outros projetos comunitários indicados pelas escolas participantes. Atualmente, este é o único evento Canstruction oficial da Europa.

O EPTL chegou a Portugal em Março de 2013 pela mão de Dénis Conceição, Francisco Moreira, João Coutinho e Nuno Ferreira, que implementaram o projeto no Agrupamento de Escolas de Fajões.

Nas três edições do evento, é notório o aumento de participantes na iniciativa, que contou com 29 equipas inscritas este ano. Em 2015, o 'Canstruction' foi realizado em parceria com a Câmara Municipal de Braga e a Fundação Bracara Augusta.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close