Mundo

Australiano de 97 anos completa 4º curso superior

Allan Stewart acaba de bater o seu próprio recorde do mais velho graduado do mundo pela World Records Academy. Aos 97, o australiano concluiu o mestrado em Ciência Clínica pela Universidade Southern Cross.
Versão para impressão
Allan Stewart acaba de bater o seu próprio recorde do mais velho graduado do mundo pela World Records Academy. Aos 97, o australiano concluiu o mestrado em Ciência Clínica pela Universidade Southern Cross, depois de, em 2006, ter terminado o curso de Direito.
 
Este é o quarto curso concluído por Stewart, que conseguiu a sua primeira graduação em Medicina Dentária, em 1936. Aos 80 anos, o dentista reformado decidiu regressar à escola com o objetivo de se manter mentalmente ativo.
 
Stewart, nascido em 1915, já detinha o mesmo recorde do Guinness por ter completado, aos 91 anos, o curso de Direito. O seu segundo curso foi o de Cirurgia Dentária.
  
À World Records Academy, o australiano referiu que muito mudou desde que começou a estudar, sobretudo o uso da tecnologia.
 
“Apercebi-me de que tinha que ser razoavelmente instruído no uso do computador”, contou. “Fui mais ou menos autodidata, mas com a experiência fui capaz de dominá-lo e percebi que era a única forma de conseguir um curso universitário com a minha idade.”

Idoso presta assistência à comunidade local
 
Stewart vive sozinho e tem a seu cuidado um amigo. Diz que pensa num dia de cada vez e naquilo que quer alcançar e que isso lhe dá um propósito. 
 
Quando não está a estudar, o idoso é assistente no centro de tecnologia da comunidade local, mas também gosta de andar a pé, fazer jardinagem, pescar e, até ao ano passado, ainda jogava golfe.
 
O australiano tem já uma larga de descendência composta por seis filhos, 12 netos e seis bisnetos.
 
“Acho que agora já posso pendurar o meu traje académico depois deste – apesar de ter dito o mesmo depois do meu último curso e depois fiquei aborrecido”, brincou Stewart durante a cerimónia de graduação.
 
O reformado acredita que nunca se é demasiado velho para estudar: “Nunca é demasiado tarde para expandir o conhecimento, fazer novos amigos e desafiar-se a si mesmo para atingir algo que valha a pena”.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da World Records Academy.

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close