Ambiente

Austrália aprova taxa sobre emissões de carbono

NULL
Versão para impressão
A Austrália aprovou hoje a implementação de uma taxa sobre as emissões de dióxido de carbono que entrará em vigor em meados de 2012. A longo prazo, o objetivo do pacote de leis votado favoravelmente pelo Senado é reduzir as emissões de CO2 em 80% até 2050.

O pacote, denominado “Lei de Energia Limpa 2011”, engloba um total de 18 leis e foi aprovado com 36 votos a favor e 32 contra. A partir de Julho do próximo ano, o governo australiano imporá uma taxa de 17, 3 euros por cada tonelada de dióxido de carbono emitida.

O imposto vai ser pago por 500 empresas consideradas as maiores poluidoras da Austrália e aumentará 2,5% por ano até 2015. Em Julho do mesmo ano o imposto será substituído por um sistema de troca de emissões cujos preços serão regulados pelo próprio mercado.

Após a votação, a primeira-ministra australiana congratulou-se com a aprovação da proposta. Em conferência de imprensa, Julia Gillard disse que a nação fez história e “deu o passo mais eficaz possível para reduzir a poluição por carbono”.

Ainda de acordo com Gillard, a imposição da taxa de carbono traduz-se numa “redução de 160 milhões de toneladas de CO2 em 2020, o equivalente a retirar das ruas 45 milhões de carros”.

Atualmente, a Austrália é responsável por apenas 1,5% das emissões globais de carbono, mas é o país desenvolvido que mais emite por habitante.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close