Negócios e Empreendorismo

As sabrinas mais caras do mundo são portuguesas

As sabrinas mais caras do mundo são portuguesas e já estão à venda, pela módica quantia de 3.369 euros. Estes sapatos, da marca Josefinas, são enfeitadas com uma joia de ouro e topázio azul, criada à mão por mestres joalheiros portugueses.
Versão para impressão
As sabrinas mais caras do mundo são portuguesas e estão à venda pela “módica” quantia de 3.369 euros. Estes sapatos, da marca Josefinas, são enfeitados com uma joia de ouro e topázio azul, criada à mão por mestres joalheiros portugueses.

A empresa responsável pelas Josefinas garante que estas sabrinas, as “mais caras do mundo”, são “altamente confortáveis”, uma vez que possuem um cordão que permite ajustá-las ao pé, como se pode ler na informação disponiblizada no site oficial da marca.

Para além disso, as solas e as palmilhas são feitas em pele natural, de forma a oferecer o melhor bem-estar e, ao mesmo tempo, possibilitar que os pés respirem. As Josefinas Sal Azul são vendidas numa caixa requintada, que faz lembrar uma caixa “digna de jóia”.  

A inspiração para estas sabrinas, que fazem parte da coleção 'Mil e Uma Noites', veio da “rareza e beleza do sal azul persa recolhido apenas no Irão”. Os outros três modelos da coleção têm preços entre os 219 e 289 euros.

A Josefinas é uma marca portuguesa, criada com o objetivo de oferecer um “calçado prático e elegante”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close