Ciência

Aparelho deteta cancro através do hálito

Cientistas do Instituto de Tecnologia de Israel criaram um aparelho, semelhante a um alcoolímetro, que através do hálito identificou sinais de presença de cancro do pulmão, da cabeça e na zona do pescoç
Versão para impressão
O "nariz artificial", como é designado, serve-se de um método químico para identificar marcadores de cancro presentes no hálito dos pacientes.

Das 80 pessoas avaliadas pelos cientistas, 22 foram diagnosticadas com cancro nas zonas da cabeça e do pescoço, 24 sofriam de cancro do pulmão e 36 eram saudáveis, reporta a BBC.

"É urgente desenvolver novas formas de identificar os cancros que atingem a cabeça e o pescoço, porque o seu diagnóstico é complicado e requer a realização de exames muito específicos", disse o coordenador da investigação, Hossam Haick.

"Neste estudo preliminar, provámos que um simples teste ao hálito pode detetar os padrões das moléculas que são encontrados nos doentes com esse tipo de doença. Resta realizar um estudo mais alargado para apurar se este poderá, de facto, tornar-se num método reconhecido de diagnóstico", acrescentou o responsável.

Lesley Walker, da associação Cancer Research UK, elogia o estudo e reconhece a sua importância, mas, ressalva "é importante esclarecer que este é um estudo em estágio inicial, e que muitos anos de investigação serão necessários para descobrir se um teste ao hálito poderá ser usado nas clínicas e hospitais".

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close