Espetáculos e Exposições

Anaquim, o novo duende da música nacional

Numa altura em que a música portuguesa está a ganhar um novo fôlego surge o projecto Anaquim, com o álbum “A vida dos Outros”. Desde o nome à própria sonoridade, Anaquim apresenta-se deveras invulgar. Carlos Paião, Sérgio Godinho, música francesa, ri
Versão para impressão
Numa altura em que a música portuguesa está a ganhar um novo fôlego surge o projecto Anaquim, com o álbum “A vida dos Outros”. Desde o nome à própria sonoridade, Anaquim apresenta-se deveras invulgar. Carlos Paião, Sérgio Godinho, música francesa, ritmos balcânicos são algumas das influências deste novo projecto.

Sob o selo da Universal Music, pensado e elaborado por José Rebola, Anaquim é o nome do “duende saltitão e simpático que está na capa do CD e que tem molas nos pés, isso reflecte duas coisas: uma o seu carácter saltitão e outra o carácter festivo de alguns temas”.





Anaquim revela-se desta forma um álbum que reflecte temas actuais e prementes da nossa sociedade mas sem uma visão moralista, sempre descritos pela perspectiva “imparcial” deste duende acabado de chegar ao nosso mundo.

“Este é um álbum que desafia o público e que pretende ser a primeira fala de uma conversa que queremos ter com quem nos ouve, bem como se trata de um convite à análise e à mudança e que fala de uma série de encontros e episódios da vida quotidiana” como explica José Rebola.

Em termos musicais “A vida dos Outros” denota diversas influências “desde músicos portugueses como Carlos Paião e Sérgio Godinho, passando por música francesa, de ritmos balcânicos, influência americana, entre outros.”

A partir do próximo dia 1 de Março poderá adquirir e desfrutar deste álbum de estreia “As Vidas dos Outros”. Para acompanhar este lançamento – já previsto por alguns sectores da crítica musical como um dos “albuns-revelação” deste ano, Anaquim irá saltitar por todo o país no próximo mês de Março com uma mini-digerssão de apresentação que passa por Coimbra (TAGV, dia 17), Lisboa (Cabaret Maxime, dia 18), Guarda (Teatro Municipal, dia 25) e Caldas da Rainha (Centro Cultural de Congressos , dia 27).

Deixe-se  aos ritmos animados e incontornáveis deste duende que irá agradar a miúdos e graúdos.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close