Cultura

Amália Rodrigues inspira a cantora islandesa Björk

Amália Rodrigues é uma das inspirações musicais de Björk. A fadista surge em segundo lugar numa lista elaborada pela cantora islandesa, que lhe tece rasgados elogios.
Versão para impressão
Amália Rodrigues é uma das inspirações musicais de Björk. A fadista surge em segundo lugar numa lista elaborada, a pedido do jornal britânico The Guardian, pela cantora islandesa, que lhe tece rasgados elogios.
 
“Ouço-a há anos, mas vi recentemente um documentário sobre ela. Tanta emoção pura!”, conta Björk, que salienta o facto de a obra de Amália ser “livre das muitas complicações que, por vezes, a música tem”.
 
“A sua música é tão direta, simples e forte, livre de filigranas. Ela vai direta ao coração”, sublinha Björk, que considera “admirável” a “íntima colaboração [de Amália] com os poetas portugueses”. 
 
A islandesa revela-se ainda uma admiradora do fado, que conheceu, julga, “há cerca de 15 anos”. Outra das muitas razões pelas quais se inspira na incontornável voz portuguesa é, precisamente, o facto de Amália Rodrigues ter tido um contributo decisivo na criação e afirmação deste género musical.
 
“O fado tem a mesma crueza do flamenco mas é menos extravagante e, de certa forma, mais sério e severo”, descreve Björk.
 
O primeiro lugar da lista da cantora é ocupado pelos norte-americanos Death Grips e os Easter Island, da Polésia, completam o pódio, ocupando a terceira posição.

Clique AQUI para conhecer esta lista completa de inspirações.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close