Sociedade

Alentejo: descoberta sepultura do período mesolítico

Foi descoberta uma sepultura com cerca de 8.000 anos no sítio arqueológico das Poças de S. Bento, em Alcácer do Sal. O feito é de uma equipa de investigadores da Universidade de Lisboa e da Universidade de Cantábria que está a fazer escavações no loc
Versão para impressão
Foi descoberta uma sepultura com cerca de 8.000 anos no sítio arqueológico das Poças de S. Bento, em Alcácer do Sal. O feito foi conseguido por uma equipa de investigadores da Universidade de Lisboa e da Universidade de Cantábria que está a fazer escavações no local.
 
Em comunicado, a Universidade de Lisboa avança que a sepultura pertence ao período Mesolítico, tendo sido identificada esta semana. A equipa de arquiólogos acredita que a mesma corresponde a uma “mulher jovem, depositada sobre as costas, com as pernas fortemente fletidas”. 
 
O esqueleto humano encontra-se em “bom estado de conservação” e irá agora para laboratório, onde serão feitas várias análises ao ADN e aos “isótopos estáveis de carbono e nitrogénio presentes nos ossos”. Serão ainda realizados testes de “datação de Carbono 14”  e estudos paleopatológicos.
 
A maior parte dos exames será feita nos laboratórios das Universidades de Lisboa, Oxford e Cantábria e no Instituto Max-Planck, de Leipzig.
 
A equipa de arqueólogos acredita que “esta descoberta permitirá obter informação detalhada não só acerca do comportamento funerário destes grupos, como também das suas atividades rituais”.
 
As escavações onde foi localizada a sepultura estão a ser dirigidas pelos professores Pablo Arias, da Universidade da Cantábria, e Mariana Diniz, da Universidade de Lisboa e inserem-se no projeto arqueológico SADO-MESO, “orientado para a revisão sistemática do Mesolítico e Neolítico do Vale do Sado”.
 
Relembre-se que, há dois anos, foi também aqui descoberta a sepultura mais antiga de um cão existente no sul da Europa. Na altura, o Boas Notícias avançou que esta mesma equipa de arqueólogos encontrou a sepultura canina coberta de conchas, também ela datada de há  oito milénios. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close