Mundo

Afeganistão: Libertados jornalistas franceses

NULL
Versão para impressão

Hervé Ghesquière e Stéphane Taponier, dois jornalistas franceses chegaram hoje a Paris depois de terem sido libertados ontem, dia 30 de Junho. Ambos estavam a trabalhar para a estação televisiva France 3 quando foram raptados a 30 de dezembro de 2009 por rebeldes taliban, no Afeganistão.

O Presidente francês Nicolas Sarkozy confirmou ontem a libertação dos dois repórteres franceses, e não deixou de agradeceu ao homólogo afegão, Hamid Karzai, a forma como lidou com a situação dos reféns, segundo a AFP.

Depois 18 meses de cativeiro, os dois repórteres foram libertados, juntamente com o seu intérprete, Reza Din, seguindo para a base militar de Tagab na província afegã de Kapisa.

“Estarei lá para os acolher”, disse a mulher de Hervé Ghesquière, Béatrice Coulon, à AFP. Por seu lado, o irmão de Stéphane Taponier ao receber a notícia da agência francesa, nada mais proferiu a não ser: “Estou em choque, mal consigo falar”.

Os dois repórteres franceses tinham experiência de trabalho em diversas zonas de conflito e o facto de terem sido raptados no Afeganistão gerou uma forte indignação e mobilização em França, tendo sido criados comités de apoio e difundidas através dos órgãos de informação mensagens de apelo à libertação.

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close