Em Destaque Sociedade

Unono recruta para mais de 350 vagas

“Queremos encontrar a oportunidade perfeita para que cada jovem possa começar a sua carreira com o pé direito"
Versão para impressão
por redação

A Unono tem mais de 350 vagas em aberto para jovens que queiram trabalhar na Europa. Esta agência digital de recrutamento de talento jovem que quer encontrar o melhor match para cada millennial, está a recrutar para empresas como a Amazon, a Auchan, a Johnson&Johnson, Chronospot ou a Mercedes (Daimler).

Mas como é que funciona? Qualquer pessoa pode submeter o seu currículo e um vídeo de apresentação. Depois, a Unono faz o resto: encontra a oferta de trabalho ideal para cada candidato. Quando surge uma vaga que corresponda ao perfil do candidato, a Unono faz a ponte entre ele e a empresa.

Esta start-up que quer encontrar os melhores empregos para os jovens. É um serviço gratuito para os candidatos, que precisam apenas de registar-se na plataforma para que a Unono ponha as mãos à obra.

“Queremos encontrar a oportunidade perfeita para que cada jovem possa começar a sua carreira com o pé direito, ou seja, numa empresa que vai olhar para o seu percurso com uma perspectiva de longo prazo”, refere Edgar Campos, Country Manager da Unono.

A plataforma foi desenhada por forma a permitir uma análise das competências técnicas dos candidatos (hard skills), através de dados muito concretos do CV, como os idiomas que domina ou a experiência internacional, e também das suas competências pessoais (soft skills), através de uma análise mais aprofundada de cada candidato.

Mas é o acompanhamento pessoal de cada candidato que torna a Unono numa agência digital e não numa simples plataforma de emprego. É a junção do melhor dos dois mundos – o digital, através do tratamento eficiente de dados do currículo, e o humano – que tem levado a empresa a conquistar rapidamente os mercados português e espanhol no segmento do recrutamento de millennials.

Presente já em três países, a Unono tem a ambição de contribuir para a mobilidade dos candidatos que estão na sua plataforma. É uma plataforma partilhada em diferentes cidades e que já gera migração. Edgar Campos afirma mesmo que “o objectivo é que estes jovens capitalizem este efeito de rede que a Unono oferece”.

A empresa nasceu em Espanha, em 2015, pelas mãos de Luís Mendes e Raphäel Heraief, no programa de aceleração Lanzadera, uma incubadora de empresas valenciana que investiu 200 mil euros na start-up. Incubada na Startup Lisboa desde Janeiro de 2016, a Unono conta já com mais de 50 mil candidatos na plataforma.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub