Em Destaque Sociedade

Unono recruta para mais de 350 vagas

“Queremos encontrar a oportunidade perfeita para que cada jovem possa começar a sua carreira com o pé direito"
Versão para impressão
por redação

A Unono tem mais de 350 vagas em aberto para jovens que queiram trabalhar na Europa. Esta agência digital de recrutamento de talento jovem que quer encontrar o melhor match para cada millennial, está a recrutar para empresas como a Amazon, a Auchan, a Johnson&Johnson, Chronospot ou a Mercedes (Daimler).

Mas como é que funciona? Qualquer pessoa pode submeter o seu currículo e um vídeo de apresentação. Depois, a Unono faz o resto: encontra a oferta de trabalho ideal para cada candidato. Quando surge uma vaga que corresponda ao perfil do candidato, a Unono faz a ponte entre ele e a empresa.

Esta start-up que quer encontrar os melhores empregos para os jovens. É um serviço gratuito para os candidatos, que precisam apenas de registar-se na plataforma para que a Unono ponha as mãos à obra.

“Queremos encontrar a oportunidade perfeita para que cada jovem possa começar a sua carreira com o pé direito, ou seja, numa empresa que vai olhar para o seu percurso com uma perspectiva de longo prazo”, refere Edgar Campos, Country Manager da Unono.

A plataforma foi desenhada por forma a permitir uma análise das competências técnicas dos candidatos (hard skills), através de dados muito concretos do CV, como os idiomas que domina ou a experiência internacional, e também das suas competências pessoais (soft skills), através de uma análise mais aprofundada de cada candidato.

Mas é o acompanhamento pessoal de cada candidato que torna a Unono numa agência digital e não numa simples plataforma de emprego. É a junção do melhor dos dois mundos – o digital, através do tratamento eficiente de dados do currículo, e o humano – que tem levado a empresa a conquistar rapidamente os mercados português e espanhol no segmento do recrutamento de millennials.

Presente já em três países, a Unono tem a ambição de contribuir para a mobilidade dos candidatos que estão na sua plataforma. É uma plataforma partilhada em diferentes cidades e que já gera migração. Edgar Campos afirma mesmo que “o objectivo é que estes jovens capitalizem este efeito de rede que a Unono oferece”.

A empresa nasceu em Espanha, em 2015, pelas mãos de Luís Mendes e Raphäel Heraief, no programa de aceleração Lanzadera, uma incubadora de empresas valenciana que investiu 200 mil euros na start-up. Incubada na Startup Lisboa desde Janeiro de 2016, a Unono conta já com mais de 50 mil candidatos na plataforma.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close