Ciência

Universidade de Évora estuda menir "colossal"

Sete estudantes da Universidade de Évora (UÉvora), acompanhados por um professor de arqueologia, estão a estudar o menir da Caeira em Arraiolos. Estima-se que o menir pertença ao Neolítico antigo e que tenha entre sete a oito mil anos de idade.
Versão para impressão
Sete estudantes da Universidade de Évora (UÉvora), acompanhados por um professor de arqueologia, estão a estudar o menir da Caeira, em Arraiolos. Estima-se que o menir pertença ao Neolítico antigo e que tenha entre sete a oito mil anos de idade.

O menir da Caeira, conhecido pelas suas grandes proporções, mede mais de cinco metros de altura e pesa mais de nove toneladas.

Leonor Rocha, coordenadora da escavação e da investigação sobre o megalitismo alentejano, diz que já foram descobertos “dados muito interessantes sobre a sua utilização na idade do Bronze e no Período Romano”.

Toda a logística dos trabalhos  está a ser suportada pelo município de Arraiolos que, enquanto concelho, também é conhecido pelo seu rico património histórico e arqueológico, particularmente do período Romano e da Pré-história recente.

Os trabalhos integram o leque das aulas práticas que os alunos têm de realizar no curso.

Os trabalhos práticos  em Arraiolos decorreram, nesta primeira fase, até ao dia 29 de Julho, podendo vir a realizar-se mais trabalhos em Outubro, com os alunos do Mestrado de Arqueologia da Universidade de Évora.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório