Ciência

Universidade de Évora estuda menir "colossal"

Sete estudantes da Universidade de Évora (UÉvora), acompanhados por um professor de arqueologia, estão a estudar o menir da Caeira em Arraiolos. Estima-se que o menir pertença ao Neolítico antigo e que tenha entre sete a oito mil anos de idade.
Versão para impressão
Sete estudantes da Universidade de Évora (UÉvora), acompanhados por um professor de arqueologia, estão a estudar o menir da Caeira, em Arraiolos. Estima-se que o menir pertença ao Neolítico antigo e que tenha entre sete a oito mil anos de idade.

O menir da Caeira, conhecido pelas suas grandes proporções, mede mais de cinco metros de altura e pesa mais de nove toneladas.

Leonor Rocha, coordenadora da escavação e da investigação sobre o megalitismo alentejano, diz que já foram descobertos “dados muito interessantes sobre a sua utilização na idade do Bronze e no Período Romano”.

Toda a logística dos trabalhos  está a ser suportada pelo município de Arraiolos que, enquanto concelho, também é conhecido pelo seu rico património histórico e arqueológico, particularmente do período Romano e da Pré-história recente.

Os trabalhos integram o leque das aulas práticas que os alunos têm de realizar no curso.

Os trabalhos práticos  em Arraiolos decorreram, nesta primeira fase, até ao dia 29 de Julho, podendo vir a realizar-se mais trabalhos em Outubro, com os alunos do Mestrado de Arqueologia da Universidade de Évora.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close