Saúde

UE quer eliminar sarampo até 2015

A União Europeia (UE) estabeleceu o ano de 2015 como nova meta para erradicar o sarampo e espera consegui-lo com uma vasta campanha de vacinação sobretudo nos países do leste, onde se registam ainda muitos casos desta doença.
Versão para impressão
A União Europeia (UE) estabeleceu o ano de 2015 como nova meta para erradicar o sarampo e espera consegui-lo com uma vasta campanha de vacinação sobretudo nos países do leste, onde se registam ainda muitos casos desta doença.

Portugal está entre os países com menos casos registados a par dos países nórdicos, com apenas cinco casos detetados este ano, conforme revela esta terça-feira o Centro Europeu de Controlo de Doenças.

Oito países da UE não registaram qualquer caso de sarampo este ano, foram eles a Islândia, Estónia, Letónia, República Checa, Eslováquia, Áustria, Malta e Luxemburgo.

Já a Bulgária e a França foram os países com maior incidência da doença, com 21.853 e 3.347 respetivamente. Seguem-se outros países com número elevados como a Itália, com 641 ou Alemanha, com 657 casos de sarampo.

No entender dos técnicos da União Europeia, a razão pela qual ainda não se conseguiu extinguir o sarampo na Europa deve-se ao facto de muitas crianças não serem vacinadas a tempo e de algumas nem sequer serem imunizadas.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub