Mundo

‘Telemarketing’ salva mulher de violência doméstica

As chamadas telefónicas de venda de produtos geralmente nunca são bem recebidas pela maioria das pessoas. Mas a história que se passou no estado de Oregon, nos Estados Unidos, contrariam a ideia de que estas chamadas são incómodas, e que em casos ext
Versão para impressão
As chamadas das empresas de telemarketing não costumam ser bem recebidas. Mas desta vez, o telefonema de uma empresa que vende produtos de saúde salvou a vida de uma mulher, no estado de Oregon, Estados Unidos.

A mulher, vítima de violência doméstica, estava a ser agredida pelo marido quando lhe ligaram para vender um produto. Contudo, a vítima não percebeu que tinha recebido a chamada e continuou sempre a gritar por socorro.

“Por favor, não me mate”, foi o que a operadora do 'call center' ouviu, juntamente com o som de agressões.

Imediatamente, Chamille McElroy chamou a sua supervisora, que ligou às autoridades e denunciou o caso, conta o canal Sky News. Pouco tempo depois, a polícia invadiu a casa do casal, apanhando Walter Ruck em flagrante.

Como explicou a polícia à Sky News, a vítima tinha o telefone no bolso de trás das calças e, ao defender-se das agressões do marido, atendeu sem querer a chamada, que foi gravada e servirá como uma das provas das agressões de Walter à mulher, cuja identidade não foi revelada.

Ao canal, a supervisora do 'call center', Tina Garcia, contou que ela e a sua funcionária, bem como todos os restantes empregados ficaram “bastante preocupados e sensiblizados com a história da mulher”.

As autoridades contaram ainda ao mesmo canal o cenário de terror a que assistiram quando chegaram à habitação: “Quando chegámos, ouvimos uma mulher a gritar por socorro e um homem a dizer-lhe: 'cala-te'”.

O agressor, de 33 anos, foi preso e levado para a esquadra mais próxima.

Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório