Inovação e Tecnologia

Tecnologia solar inovadora é testada em Portugal

A multinacional Siemens, em parceria com a EDP Inovação, a Universidade de Évora e um consórcio de empresas tecnológicas alemãs, vai testar em Portugal uma central solar termoelétrica que utilizará um meio de transferência de calor inédito no nosso p
Versão para impressão
A multinacional Siemens, em parceria com a EDP Inovação, a Universidade de Évora e um consórcio de empresas tecnológicas alemãs, vai testar em Portugal uma central solar termoelétrica que utilizará um meio de transferência de calor inédito no nosso país: sal fundido.

O método não é novo na Priolo Gargallo, central solar termoelétrica na Sicília, Itália. Ali, tal como acontecerá na central portuguesa, a luz solar é concentrada através de espelhos parabólicos, usando um tubo que contém o sal fundido, avança o jornal Expresso.

Assim, em Évora, o protótipo da Siemens irá substituir os convencionais óleos térmicos pelo sal fundido, operando a temperaturas que ultrapassarão os 500ºC. O vapor gerado a temperaturas mais elevadas vai garantir maior eficiência no funcionamento da turbina de produção energética.

A Universidade de Évora será responsável pelos testes e otimização desta tecnologia durante três anos, enquanto que a EDP Inovação vai disponibilizar o local e a instalação do projeto que conta também com o apoio do Ministério Alemão do Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear.

[Notícia sugerida pela utilizadora Maria Isabel Mota]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub