Inovação e Tecnologia

Tecnologia solar inovadora é testada em Portugal

A multinacional Siemens, em parceria com a EDP Inovação, a Universidade de Évora e um consórcio de empresas tecnológicas alemãs, vai testar em Portugal uma central solar termoelétrica que utilizará um meio de transferência de calor inédito no nosso p
Versão para impressão
A multinacional Siemens, em parceria com a EDP Inovação, a Universidade de Évora e um consórcio de empresas tecnológicas alemãs, vai testar em Portugal uma central solar termoelétrica que utilizará um meio de transferência de calor inédito no nosso país: sal fundido.

O método não é novo na Priolo Gargallo, central solar termoelétrica na Sicília, Itália. Ali, tal como acontecerá na central portuguesa, a luz solar é concentrada através de espelhos parabólicos, usando um tubo que contém o sal fundido, avança o jornal Expresso.

Assim, em Évora, o protótipo da Siemens irá substituir os convencionais óleos térmicos pelo sal fundido, operando a temperaturas que ultrapassarão os 500ºC. O vapor gerado a temperaturas mais elevadas vai garantir maior eficiência no funcionamento da turbina de produção energética.

A Universidade de Évora será responsável pelos testes e otimização desta tecnologia durante três anos, enquanto que a EDP Inovação vai disponibilizar o local e a instalação do projeto que conta também com o apoio do Ministério Alemão do Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear.

[Notícia sugerida pela utilizadora Maria Isabel Mota]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close