Ciência

Sinais nervosos controlam equipamentos e próteses

Investigadores estão a desenvolver tecnologias que permitem a doentes, paralisados ou amputados, controlarem equipamentos como cadeiras de rodas e mãos mecânicas a partir do pensamento e dos nervos dos braços.
Versão para impressão
[Fotografia: ©Science Photo Library/Arquivo]

Investigadores estão a desenvolver tecnologias que permitem a doentes, paralisados ou amputados, controlarem equipamentos como cadeiras de rodas e mãos mecânicas a partir do pensamento e dos nervos dos braços.

Os avanços nesta área dão esperança renovada a pessoas como Jessie [no vídeo abaixo da BBC] que, em parceria com investigadores da Universidade John Hopkins, nos EUA, podem ver a sua vida facilitada com o desenvolvimento de mãos biónicas.

Com uma prótese artificial do lado esquerdo, Jessie é capaz de agarrar em objetos e movimentá-los com a precisão semelhante a uma mão de verdade.

Os comandos para movimentar a mão biónica saem das terminações nervosas do peito de Jessie, como se pode ver exemplificado no vídeo da BBC.

Outra das novidades é a cadeira de rodas da École Polytechnique Fédérale de Lausanne (EPFL), na Suíça, que pode ser controlada pelo pensamento graças a sensores afixados a uma touca que capta sinais elétricos ténues no cérebro do utilizador.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub