Cultura

Saramago: casa de Lanzarote será um museu

A principal sala da Biblioteca do Palácio Galveias, em Lisboa, vai ser baptizada com o nome de José Saramago, na próxima terça-feira. Antecipando a ocasião, Pilar del Rio revelou, em entrevista ao jornal Público, que a casa do escritor em Lanzarote s
Versão para impressão
A principal sala da Biblioteca do Palácio Galveias, em Lisboa, vai ser baptizada com o nome de José Saramago, na próxima terça-feira. Antecipando a ocasião, Pilar del Rio revelou, em entrevista ao jornal Público, que a casa do escritor em Lanzarote será transformada num museu com residência de escritores seniores.

Pilar del Rio estará na capital portuguesa para a cerimónia no Palácio Galveias, que decorre no dia em que passam 88 anos sobre o nascimento do Nobel da Literatura e vai incluir a leitura da tradução de José Saramago do romance de León Tolstoi “Anna Karenina”. A iniciativa faz parte do projeto “León Tolstoi e José Saramago – Dois Aniversários”.

A viúva do Saramago antecipou a data, em entrevista ao Público, onde adiantou que a casa de ambos em Lanzarote, no arquipélago das Canárias, funcionará como casa-museu com “cheiro a café português”, com residência para escritores seniores.

Na mesma terça-feira, estreia nas salas de cinema José e Pilar, de Miguel Gonçalves Mendes. À noite, no Lux-Frágil, também em Lisboa, é apresentada a banda sonora do filme, com Camané, Noiserv, Pedro Gonçalves (Dead Combo) e Pedro Granato.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório