Saúde

Quimioterapia trata menina com artrite rara

Com apenas três anos, a britânica Lottie Lafferty foi diagnosticada com artrite juvenil, uma condição relativamente rara que lhe causava dores intensas ao andar e brincar. Contudo, ao ser tratada com um químico normalmente utilizado em pacientes com
Versão para impressão
Com apenas três anos, a britânica Lottie Lafferty foi diagnosticada com artrite juvenil, uma condição relativamente rara que lhe causava dores intensas ao andar e brincar. Contudo, ao ser tratada com um químico normalmente utilizado em pacientes com cancro, a menina recuperou e agora leva uma vida normal.

Lottie toma injeções semanais com pequenas doses de metotrexato, na Royal Victoria Infirmary de Newcastle, que a ajudam a aliviar as dores nas articulações.

“Os dedos, os pulsos, quase todo o corpo [eram afetados pela dor] e era como se ela estivesse presa num corpo muito mais velho”, diz Neil Lafferty, o pai da menina, em declarações à BBC.

A artrite é uma doença inflamatória que pode afetar várias articulações em simultâneo. A maioria dos pacientes é afetada em até cinco articulações, mas Lottie sofria de inchaço e rigidez em todo o corpo, principalmente nos cotovelos, pulsos, braços, quadris, joelhos e tornozelos.

“Agora, ela está muito mais feliz. Fica eufórica quando consegue subir para qualquer coisa ou cruzar as pernas”, refere o pai da menina.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório