Saúde

Quimioterapia trata menina com artrite rara

Com apenas três anos, a britânica Lottie Lafferty foi diagnosticada com artrite juvenil, uma condição relativamente rara que lhe causava dores intensas ao andar e brincar. Contudo, ao ser tratada com um químico normalmente utilizado em pacientes com
Versão para impressão
Com apenas três anos, a britânica Lottie Lafferty foi diagnosticada com artrite juvenil, uma condição relativamente rara que lhe causava dores intensas ao andar e brincar. Contudo, ao ser tratada com um químico normalmente utilizado em pacientes com cancro, a menina recuperou e agora leva uma vida normal.

Lottie toma injeções semanais com pequenas doses de metotrexato, na Royal Victoria Infirmary de Newcastle, que a ajudam a aliviar as dores nas articulações.

“Os dedos, os pulsos, quase todo o corpo [eram afetados pela dor] e era como se ela estivesse presa num corpo muito mais velho”, diz Neil Lafferty, o pai da menina, em declarações à BBC.

A artrite é uma doença inflamatória que pode afetar várias articulações em simultâneo. A maioria dos pacientes é afetada em até cinco articulações, mas Lottie sofria de inchaço e rigidez em todo o corpo, principalmente nos cotovelos, pulsos, braços, quadris, joelhos e tornozelos.

“Agora, ela está muito mais feliz. Fica eufórica quando consegue subir para qualquer coisa ou cruzar as pernas”, refere o pai da menina.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close