Negócios e Empreendorismo

Portuguesa cria linha de acessórios feitos de cortiça

Surgiu de uma procura da inovação e da diferenciação no mercado dos acessórios de moda, utilizando, para isso, uma matéria-prima "nobre e exclusivamente portuguesa": a cortiça. A marca Mãos de Cortiça tem feito sucesso.
Versão para impressão
Surgiu de uma procura da inovação e da diferenciação no mercado dos acessórios de moda, utilizando, para isso, uma matéria-prima “nobre e exclusivamente portuguesa”: a cortiça. A marca Mãos de Cortiça, criada por Paula Guimarães, nasceu em 2012 mas tem feito sucesso e já chegou, até, a Londres, capital inglesa. Os próximos destinos são Holanda, Luxemburgo e Suíça.
 
por Catarina Ferreira
 
“A escolha da matéria-prima só poderia recair sobre a cortiça”, conta Paula, de 42 anos, natural da Maia, em entrevista ao Boas Notícias. “É um produto 100% natural, renovável, biodegradável, português e que inspira quem o trabalha”, justifica a mentora desta marca, que tem como prioridade a preocupação com o meio ambiente e a sua conjugação com um produto tipicamente lusitano.
 
As peças criadas por esta empreendedora, que deixou de lado a formação em Ciências da Comunicação para se dedicar, exclusivamente, ao seu próprio negócio, vão desde anéis a colares, passando por pulseiras, brincos e até bandeletes e carteiras. A imaginação é o limite e o objetivo de Paula é que estes sejam produtos acessíveis a todo o público, pelo que os preços variam entre os 6 e os 16 euros.
 
Além da cortiça, esta “artesã” recorre a outros materiais, nomeadamente a prata, o metal, o vidro, as pedras naturais e semi-preciosas, e “as criações podem ser personalizadas de acordo com o gosto de cada cliente”, realça a responsável, que sublinha o facto de as peças não causarem alergia já que a cortiça “é um material que não absorve poeiras”. 

Aposta na exportação para a Europa
 

“Até agora, a reação do público tem sido excelente, superando imenso as minhas expetativas”, confessa Paula ao Boas Notícias. Em apenas cerca de um ano, a página oficial da Mãos de Cortiça no Facebook já tem mais de 1.200 seguidores, já está representada em Inglaterra e e a exportação das peças, únicas e feitas artesanalmente, para outros pontos da Europa, já está no horizonte.
 
“Neste momento, estamos representados em Inglaterra, nomeadamente em Londres, mas temos perspetivas de irmos também para a Holanda, Luxemburgo e Suíça”, desvenda, lembrando que, para já, as peças podem ser adquiridas em lojas de revenda, sobretudo no Norte do país, em Alfândega da Fé, Maia, Porto, Vila Real, Aveiro e Esposende, mas também em Lisboa.
 
Os interessados podem ainda adquirir a bijuteria da Mãos de Cortiça diretamente através da página no Facebook da marca, clicando AQUI, ou “nas feiras de artesanato, medievais e comerciais por onde os produtos vão sendo expostos”, conclui Paula.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub