Ciência

Português eleito Young Investigator da EMBO

O investigador português Bruno Silva-Santos do Instituto Molecular (IMM), em Lisboa, foi eleito Young Investigator do ano pela Organização Europeia de Biologia Molecular (EMBO - European  Molecular Biology Organization).
Versão para impressão
O investigador português Bruno Silva-Santos do Instituto Molecular (IMM), em Lisboa, foi eleito Young Investigator do ano pela Organização Europeia de Biologia Molecular (EMBO – European  Molecular Biology Organization).

O cientista receberá uma quantia de 15 mil euros por  ano de apoio ao trabalho de investigação que está a desenvolver e acesso priveligiado a uma série de infraestruturas de investigação e de oportunidades de formação e colaboração para toda a sua equipa ao abrigo do EMBO Young Investigator Programme.

“Recebi esta notícia com enorme satisfação, porque significa um reconhecimento internacional do trabalho que tenho desenvolvido com a minha equipa”, adianta Bruno Silva-Santos.

“Pertencer a um programa tão prestigiado (EMBO Young Investigator Programme) é uma enorme honra e um grande incentivo para continuar na direcção que estabeleci para o meu laboratório”, acrescenta o investigador.

Esta é já a quarta distinção anunciada para investigadores do IMM no mês de novembro, depois de Miguel Prudêncio receber uma bolsa da Fundação Bill Gates, Tiago F. Outeiro da fundação Michael J. Fox e de Luisa Figueiredo receber o Prémio Crioestaminal.

Bruno Silva-Santos é reponsável pela unidade de Imunologia Molecular do IMM, coordena uma equipa de 11 investigadores que se dedica a investigar o desenvolvimento e a função dos linfócitos T nas respostas imunitárias a infeções e tumores.

Os investigadores tentam perceber quais os sinais que as células T precisam receber para desencadear o processo de eliminação das células tumorais ou infetadas por microrganismos.

O objetivo último é o de contribuir para o desenho de novas estratégias terapêuticas no combate ao cancro e infecções crónicas, como a tuberculose ou a malária, conforme explica a instituição em comunicado oficial.

O EMBO Young Investigator Programme pretende apoiar jovens cientistas com currículo excecional a consolidarem a sua carreira de investigação como líderes de grupo independentes em países europeus.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório