Ciência

Português eleito Young Investigator da EMBO

O investigador português Bruno Silva-Santos do Instituto Molecular (IMM), em Lisboa, foi eleito Young Investigator do ano pela Organização Europeia de Biologia Molecular (EMBO - European  Molecular Biology Organization).
Versão para impressão
O investigador português Bruno Silva-Santos do Instituto Molecular (IMM), em Lisboa, foi eleito Young Investigator do ano pela Organização Europeia de Biologia Molecular (EMBO – European  Molecular Biology Organization).

O cientista receberá uma quantia de 15 mil euros por  ano de apoio ao trabalho de investigação que está a desenvolver e acesso priveligiado a uma série de infraestruturas de investigação e de oportunidades de formação e colaboração para toda a sua equipa ao abrigo do EMBO Young Investigator Programme.

“Recebi esta notícia com enorme satisfação, porque significa um reconhecimento internacional do trabalho que tenho desenvolvido com a minha equipa”, adianta Bruno Silva-Santos.

“Pertencer a um programa tão prestigiado (EMBO Young Investigator Programme) é uma enorme honra e um grande incentivo para continuar na direcção que estabeleci para o meu laboratório”, acrescenta o investigador.

Esta é já a quarta distinção anunciada para investigadores do IMM no mês de novembro, depois de Miguel Prudêncio receber uma bolsa da Fundação Bill Gates, Tiago F. Outeiro da fundação Michael J. Fox e de Luisa Figueiredo receber o Prémio Crioestaminal.

Bruno Silva-Santos é reponsável pela unidade de Imunologia Molecular do IMM, coordena uma equipa de 11 investigadores que se dedica a investigar o desenvolvimento e a função dos linfócitos T nas respostas imunitárias a infeções e tumores.

Os investigadores tentam perceber quais os sinais que as células T precisam receber para desencadear o processo de eliminação das células tumorais ou infetadas por microrganismos.

O objetivo último é o de contribuir para o desenho de novas estratégias terapêuticas no combate ao cancro e infecções crónicas, como a tuberculose ou a malária, conforme explica a instituição em comunicado oficial.

O EMBO Young Investigator Programme pretende apoiar jovens cientistas com currículo excecional a consolidarem a sua carreira de investigação como líderes de grupo independentes em países europeus.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close