Inovação e Tecnologia

ONU quer banda larga como direito universal

O secretário-geral da" International Telecommunications Union" (ITU), a entidade da Organização das Nações Unidas  responsável pelas tecnologias, propôs que o acesso à banda larga seja considerado como " direito civil básico" para que todos os h
Versão para impressão
O secretário-geral da” International Telecommunications Union” (ITU), a entidade da Organização das Nações Unidas  responsável pelas tecnologias, propôs que o acesso à banda larga seja considerado como ” direito civil básico” para que todos os habitantes do mundo tenham acesso a redes de banda larga em 2015.

A proposta foi apresentada por Hamadoun I. Touré durante a segunda reunião da Comissão da Banda Larga para o Desenvolvimento Digital, em Nova Iorque, onde se encontravam diversos políticos, responsáveis da ONU e personalidades do sector das Tecnologias de Informação.

“A banda larga é o próximo ponto de inflexão, a próxima tecnologia verdadeiramente transformadora. Pode gerar emprego, impulsionar o crescimento e a produtividade, e reforçar a competitividade económica a longo prazo”, justificou Touré.

“Também pode ser uma ferramenta poderosa que temos à  nossa disposição para alcançar os Objetivos do Milénio, que estão a cinco anos de distância”, argumentou ainda, citado pelo jornal El Mundo.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório