Inovação e Tecnologia

ONU quer banda larga como direito universal

O secretário-geral da" International Telecommunications Union" (ITU), a entidade da Organização das Nações Unidas  responsável pelas tecnologias, propôs que o acesso à banda larga seja considerado como " direito civil básico" para que todos os h
Versão para impressão
O secretário-geral da” International Telecommunications Union” (ITU), a entidade da Organização das Nações Unidas  responsável pelas tecnologias, propôs que o acesso à banda larga seja considerado como ” direito civil básico” para que todos os habitantes do mundo tenham acesso a redes de banda larga em 2015.

A proposta foi apresentada por Hamadoun I. Touré durante a segunda reunião da Comissão da Banda Larga para o Desenvolvimento Digital, em Nova Iorque, onde se encontravam diversos políticos, responsáveis da ONU e personalidades do sector das Tecnologias de Informação.

“A banda larga é o próximo ponto de inflexão, a próxima tecnologia verdadeiramente transformadora. Pode gerar emprego, impulsionar o crescimento e a produtividade, e reforçar a competitividade económica a longo prazo”, justificou Touré.

“Também pode ser uma ferramenta poderosa que temos à  nossa disposição para alcançar os Objetivos do Milénio, que estão a cinco anos de distância”, argumentou ainda, citado pelo jornal El Mundo.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close