Ambiente

Oceanário de Lisboa acolhe tartaruga sem barbatana

A pequena tartaruga foi resgatada por pescadores, em Espanha, e embora não tenha uma barbatana é saudável e continuará o seu processo de recuperação, até voltar ao seu habitat natural.
Versão para impressão
O Oceanário de Lisboa recebeu uma tartaruga muito especial que se junta às tartarugas Aurélia, Crioula e Kiko. A pequena tartaruga foi resgatada por pescadores, em Espanha, e embora não tenha uma barbatana é saudável e continuará o seu processo de recuperação, até voltar ao seu habitat natural. 
 
Em comunicado de imprensa enviado ao Boas Notícias, o Oceanário explica que a nova tartaruga-comum, pertencente à espécie Caretta caretta, foi capturada acidentalmente em redes de pesca, ao largo de Alicante, em Espanha.

Quando foi resgatada pelos pescadores a tartaruga tinha a barbatana dianteira direita estrangulada por um cabo da rede e, ao receber cuidados médicos, foi necessário avançar com a sua amputação para garantir a sua recuperação.

Com 6,6 quilos, foi entregue ao Centro de Reabilitação de Animais Marinhos do L’Oceanográfic de Valência, no dia 7 de setembro de 2013 e, no dia 11 de fevereiro, chegou ao Oceanário de Lisboa, apta a ser introduzida no aquário da exposição. 

 
Com o intuito de assinalar a chegada da nova tartaruga, o Oceanário está a promover a escolha do seu nome na sua página do Facebook.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub