Inovação e Tecnologia

Novo equipamento mantém cozinha limpa e recicla lixo

A principal razão pela qual as pessoas gostam de programas de cozinha, acredita Gustavo Messias, é porque têm sempre um final feliz e limpo. Mas a realidade é diferente: cozinhar suja! Por isso o designer brasileiro inventou um processo que permite m
Versão para impressão
A principal razão pela qual as pessoas gostam de programas de cozinha, acredita Gustavo Messias, é porque têm sempre um final feliz, com um “prato delicioso” e sem a parte confusa, que é a “separação de resíduos”. Mas a realidade é diferente: cozinhar suja! Por isso o designer brasileiro inventou um processo que permite manter a cozinha sempre limpa e promover a reciclagem do lixo orgânico.
 
Gustavo Messias aponta um estudo que revela que, do tempo que passamos na cozinha, 30% é gasto a preparar os ingredientes, outros 30% são reservados à confeção dos alimentos e os restantes 40% destinam-se a limpar e a arrumar a cozinha.
 
O objetivo do novo conceito do designer, que surgiu de um convite da fábrica de eletrodomésticos Whirlpool, é de que possamos poupar esse tempo despendido e, ao mesmo tempo, aderir a práticas mais amigas do ambiente.
 
O conceito, chamado Kitchen Waste Management, separa os resíduos da cozinha em duas partes, orgânico e não orgânico. Depois, uma unidade inteligente de reciclagem encarrega-se de reconhecer os diferentes desperdícios alimentares, transformando-os num composto orgânico que pode ser utilizado para biogás ou para fertilizantes.
 
Este processo é feito através de um sistema de secagem ajustado à banca, e que é ativado automaticamente pelos movimentos exercidos sobre a tábua de cortar alimentos. 
 
Gustavo Messias vive atualmente em Milão e tem um mestrado em Design Industrial pelo Instituto Europeo di Design. Para saber mais sobre o seu trabalho, clique AQUI.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub